Pular para o conteúdo principal

Frutas e suas utilidades Medicinais

  Creditos a TodaFruta.com .br

Utilidades Medicinais
Ácido úrico
- Recomenda-se substituir esporadicamente algumas refeições por morango, exclusivamente. Além disso, convém passar um ou dois dias por semana, na época desta fruta, só com morangos, quando é indicado repouso.
Bexiga, cálculos da - Tomar de manhã em jejum uma colher de sopa de suco de morango puro.
Catarros pulmonares - Proceder como indicado em ácido úrico. Tomar o xarope de morango: cozinhar o suco de morango com mel (metade de cada um) por aproximadamente uma hora. Tomar uma colher de chá de hora em hora.
Diarréia crônica - Tomar o chá das folhas.
Diurese - O decocto da raiz é diurético.
Febre - Tomar suco de morango.
Reumatismo - Substituir refeições pelo uso exclusivo de morango. Passar um ou dois dias por semana só com morango, quando se deve manter repouso.
Rins, doenças dos - Proceder como indicado em ácido úrico . Pode-se fazer refeições exclusivas de morango amassado com mel.
Verminoses - Proceder como indicado em ácido úrico.

Nêspera - A nêspera, também chamada ameixa-amarela ou ameixa-americana, é produzida por uma árvore da família das Rosáceas, oriunda do Japão e da China Oriental e aclimada no Brasil.

Utilidades Medicinais
Adstringente
- Preparar o decocto da casca da nêspera e aplicar externamente em cataplasmas.
Amigdalite - Proceder como indicado em anginas.
Anginas - Gargarejar com o chá da casca da nêspera. Usar 40 gramas da casca fresca ou 20 gramas da casca seca para um litro de água.
Diarréia - Recomenda-se fazer uma refeição de nêspera cozida com torrada. Pode-se também tomar o caldo do cozimento de nêspera de hora em hora na quantidade de 1/4 de xícara.
Diurese - Fazer refeições exclusivas de nêspera.
Estomatite - Proceder como indicado em anginas.

Noz - A nogueira é uma árvore alta, esbelta e copada, da família das Juglandáceas, originária da Índia e da Pérsia e aclimada no Brasil.

Utilidades Medicinais
Anemia - Triturar de seis a oito cascas de nozes verdes, acrescentar mel e cozer em meio litro de água durante 15 minutos. Coar e tomar dois copos pequenos por dia. Não preparar em utensílios metálicos. Usar vidro refratário, barro ou madeira devido à presença de taninos em alta concentração. Recomendação prosaica e antiga.Tomar o infuso das folhas.
Anginas - Gargarejar com o suco da casca das nozes diluído em água.
Artritismo - Tomar o infuso das folhas.
Boca, feridas na - Preparar suco de nozes verdes, misturar com mel e diluir em água. Bochechar.
Cálculos da vesícula - Indica-se o decocto da casca da raiz.
Calos - Aplicar no local o "pó" dos ramos novos misturado com mel .
Cérebro, tônico para o - Deve-se incluir a noz no alimentação como complemento nutritivo. Na época, 3 ou 4 unidades de nozes por refeição são indicadas.
Conjuntivite - Lavar a conjuntiva com chá forte de folhas de nogueira.
Constipação intestinal - Comer nozes raladas com maçã e mamão.
Debilidade - Proceder como indicado em cérebro.
Diarréia - Tomar o infuso das folhas ou das flores.
Dor de dente - Bochechar com chá forte da casca da raiz.
Feridas - Lavar com o decocto forte das folhas ou flores.
Garganta, inflamações da - Gargarejar com o chá forte das folhas.
Gengivite - Proceder como indicado em dor de dente.
Insônia - O povo afirma que é bom pôr folhas de nogueira sob o travesseiro.
Raquitismo - Proceder como indicado em anemia.
Respiratórias, doenças das vias - Proceder como indicado em tosse.
Tosse - Tomar o infuso das folhas juntamente com mel e leite.
Verminoses - Diluir o extrato da casca verde tomar em jejum duas colheres de sopa. Tomar o infuso das folhas. Tomar um pouco do chá da casca dos ramos novos em jejum. É útil o decocto da raiz.
Verrugas - Ver calos.

Pêra- A pêra é produto de uma árvore de porte alto, de tronco grosso,originária da Europa Central, onde se encontra em estado silvestre. A pereira se aclimatou nos Estados do Sul do País, mas não produz pêras tão belas e saborosas como as européias.

Utilidades Medicinais
Constipação intestinal
- Fazer refeições exclusivas de pêra, de preferência como desjejum.
Digestivos, distúrbios - Proceder como indicado em constipação intestinal .
Hipertensão arterial - Recomenda-se substituir refeições por pêras e passar alguns dias só com pêras, regularmente.
Inapetência - Proceder como indicado em constipação intestinal.
Rins, doenças dos - Proceder como indicado em hipertensão arterial.

Pêssego - O pessegueiro é uma árvore da família das Rosáceas, oriunda, segundo Candolle, da China Central, e não da Pérsia, como o nome equivocadamente indica .

Utilidades Medicinais
Erupções cutâneas em geral
- Cataplasmas locais das folhas frescas amassadas;ou,do decocto concentrado das folhas secas moídas.
Hemorragias - Uso tópico do caroço bem misturado com uma gema de ovo. Remédio Popular.
Hipertensão arterial - Fazer refeições exclusivas de pêssego. Passar alguns dias só com esta fruta.
Verminose - Infuso das flores em jejum.

Romã - A romanzeira é um arbusto, ornamental e medicinal, da família das Puniáceas, originário da África setentrional e aclimatado no Brasil.

Utilidades Medicinais
Angina da garganta
- Xarope do suco de romã. Extrair o suco de romã misturar com mel meio a meio e deixar cozer por uma hora. Tomar uma colher de sopa de três em três horas.
Carbúnculo - Cataplasmas com as folhas frescas trituradas. Renovar frequentemente.
Doenças da garganta - Proceder como indicado em angina da garganta.Gargarejo com o decocto das flores secas e pulverizadas.Gargarejo com o suco da romã.
Teníase - Tomar um copo pequeno de decocto da casca antes de dormir.

Sapoti - O sapoti é o fruto de uma árvore da família das Sapotáceas - Sapotizeiro - natural das Antilhas es bem aclimatado no Brasil.

Utilidades Medicinais
Adstringente
- Decoto da casca do sapotizeiro.
Febre - Tomar o decocto da casca do sapotizeiro
Colelitíase - Triturar as sementes do sapoti e preparar um decocto.Filtrar e tomar em jejum. Método empírico.

Tamarindo - O tamarindeiro é uma árvore elevada, da família das Leguminosas, originária da África e aclimatada no Brasil.

Utilidades Medicinais
Disenteria
- tomar o chá da polpa do tamarindo
Cólicas do fígado - Tomar o chá da polpa do tamarindo
Verminose - Chá das folhas do tamarindeiro. Tomar algumas vezes ao dia , inclusive em jejum.

Tangerina - A tangerina é produzida por uma árvore da família das Rutáceas.Originária da China, acha-se aclimatada no Brasil.

Utilidades Medicinais
Ácido Úrico
- Recomenda-se fazer refeições esporádicas e exclusivas de tangerina.
Arteriosclerose - Proceder como em ácido úrico.

Uva - A uva é uma das frutas mais apreciadas pelo homem, desde a mais remota antiguidade. Em todos os tempos, ela tem sido um precioso alimento para o gênero humano, nas vária fases da sua existência.

Utilidades Medicinais
Anemia
- Tomar suco de uva natural e concentrado freqüentemente.

Bibliografia - AS FRUTAS NA MEDICINA NATURAL
Alfons Balbach
Daniel S. F. Boarim
Edição Vida Plena
(XX11) 464-3888 - Itaquaquecetuba - SP
Abacate - O abacateiro Ú originßrio do MÚxico e aclimatado no Brasil. Pertence Ó famÝlia das Laurßceas,em que se incluem tambÚm a canela, o louro,o sassafrßs etc.

Utilidades Medicinais
Afta -Mastigar folhas tenras de abacateiro. Bem lavadas.
Amidalite - Gargarejo com o chß das folhas do abacateiro.Combinar com chß de tanchagem para maximizar o efeito.
Bronquite - Chß morno das folhas do abacateiro.O efeito Ú melhor quando se torna esse chß Ós colheradas misturado com pr¾polis e chß de guaco.Duas a quatro xÝcaras por dia.
Cansaþo - Afirma-se que a folha do abacateiro contÚm propriedades revitalizantes.Usar esporadicamente o chß juntamente com limÒo e mel.
DiarrÚia - Caroþo tostado e moÝdo bem fino. Dissolver duas colherinhas deste p¾ em uma xÝcara de ßgua morna. O efeito Ú mais potente se, em lugar de ßgua,for utilizado o decocto dos brotos da goiabeira.
DigestÒo,dist·rbios da - Recomenda-se o chß das folhas do abacateiro para a dispepsia at¶nica.
Dor-de -cabeþa - Compressas mornas com o chß das folhas Ó cabeþa. ConvÚm tambÚm tomar este chß.
Tosse - Chß das folhas do abacateiro, morno, com mel, tomado aos goles.
Verminoses - Lavar e moer bem a casca de abacate, e misturar em partes iguais com casca de limÒo ralado;acrescentar mel e tomar em jejum uma colher de sopa.

Abacaxi - Origina-se da AmÚrica Tropical, sendo tambÚm cultivado em outros paÝses de clima tropical e subtropical. Pertence Ó mesma famÝlia botÔnica do gravatß e da samambaia conhecida como barba-de-velho,da famÝlia das bromelißceas.

Utilidades Medicinais
Anemia - A acidez do abacaxi favorece,na digestÒo, a absorþÒo de ferro.O anÛmico pode, no intervalo das refeiþ§es, usar um pouco de suco de abacaxi diluÝdo em ßgua e adoþado com melado de cana.
Diurese - O suco de abacaxi Ú excelente diurÚtico.
InapetÛncia - O suco de abacaxi, sem aþ·car,tomado em pequena quantidade uma ou duas horas antes da refeiþÒo, ajuda a abrir o apetite.
NefrolitÝase - Para auxiliar na eliminaþÒo de cßlculos, hß tratamentos naturais especÝficos. O suco de abacaxi pode participar juntamente com outros sucos e chßs. Pode-se passar alguns dias com dieta exclusiva de abacaxi,e tomar chßs como o de quebra-pedra, folha de abacate, cana-do-brejo e cavalinha. ConvÚm, entretanto, seguir orientaþÒo mÚdica para cada caso.

Abiu - O abiu Ú fruto do abieiro,uma ßrvore da famÝlia das Sapotßceas, a mesma famÝlia do quixaxß, tutiribß,sapoti etc. Originßria do Peru, acha-se perfeitamente aclimatada em nosso paÝs.

Utilidades Medicinais
Inflamaþ§es - Aplicar localmente cataplasma do azeite extraÝdo das sementes.
Otite - Pingar algumas gotas do azeite do caroþo do abiu, morno, Infelizmente este azeite nÒo Ú fßcil achar no mercado.
Pulm§es, doenþas cr¶nicas do - Fazer refeiþ§es com a polpa do abiu cozida em ßgua e sal. Utilizar morno, inclusive o caldo, ao qual se pode adicionar mel. Este caldo com mel pode ser tomado ao longo do dia, Ós colheradas.

Abric¾ - do Parß - O abric¾ - do - parß, tambÚm chamado abric¾, abric¾ - de - sÒo - domingos e abric¾ - selvagem, Ú produto de uma ßrvore da famÝlia das GutÝferas, a que tambÚm pertencem o bacuri, o bacoparÚ, etc. O fruto,do tamanho de uma laranja, apresenta uma massa cor de ab¾bora, doce e aromßtica, aderente Ó casca. + geralmente muito apreciado.

Utilidades Medicinais
-cido ·rico - Usar abundantemente o abric¾, fazendo refeiþ§es exclusivas desta fruta.
Catarro - Para as eliminaþ§es catarrais em geral recomenda - se fazer refeiþ§es compostas principalmente de abric¾ - do parß; mas nÒo convÛm usß-lo em excesso.
Febre - Chß das folhas, nÒo muito forte. Morno, Ós colheradas.
HipertensÒo arterial - Parece adequada a inclusÒo do abric¾ - do - parß na alimentaþÒo dos hipertensos.
Verminoses - Moer as sementes. Misturar com mel e tomar uma colher de sobremesa em jejum.

Ameixa - A ameixa Ú produzida por uma ßrvore da famÝlia das Rosßceas, a ameixeira, que Ú originßria da PÚrsia, do Cßucaso e da -sia Menor, Aclimatada nos Estados do Sul, apresenta grande n·mero de variedades,Vßrias outras frutas pertencem tambÚm Ó famÝlia das rosßceas: amÛndoa - amarela, nÛspera , morango, maþÒ, damasco cereja, pÛssego, pÛra, framboesa etc.

Utilidades Medicinais
Anemia - A ameixa seca Ú rica em ferro (3,50mg por l00g) e portanto convÛm Ó dieta contra a anemia ferropriva (causada por carÛncia de ferro).
Aterosclerose - Incluir copiosamente a ameixa fresca na alimentaþÒo. ajuda a prevenir e a amenizar o processo.
Bronquite - Deve - se usar abundantemente a ameixa fresca e ameixa cozida. Misturar mel e pr¾polis ao caldo do cozimento da ameixa e tomar uma colher de sopa de hora em hora.
ConstipaþÒo intestinal - Tomar a `ßgua de ameixas`: deixar de molho, durante a noite, algumas ameixas e de manhÒ tomar ßgua e comer as ameixas.
Resfriado - descaroþar algumas ameixas secas e assar no forno. Quando estiverem bem duras, moÛ-las finamente. Acrescer uma colher de sopa deste p¾ a uma xÝcara de ßgua quente. Pingar algumas gotas de suco de limÒo e adoþar com um pouco de mel. Tomar quente.
Tosse - Tomar a mesma preparaþÒo indicada em resfriado, aos goles.

AmÛndoa - A amendoeira , ßrvore da famÝlia das Rosßceas Ú originßria da -sia, provavelmente da China. Alguns sup§em que se tenha originado da SÝria. No Brasil Ú comercialmente mais disponÝvel pr¾ximo Ós festas de fim de ano. A amÛndoa classifica-se, do ponto de vista nutricional, entre as oleaginosas.
Utilidades Medicinais
Anemia - Por sua riqueza em ferro, a amÛndoa pode ser vantajosamente incluÝda na alimentaþÒo dos anÛmicos.
Catarro em nÝvel de vias respirat¾rias - Tomar algumas vezes ao dia o azeite de amÛndoa na quantidade de uma colher de chß por vez.
ConstipaþÒo Intestinal - O azeite de amÛndoas Ú laxante, tomar uma colher de sopa em jejum. Lamentavelmente, Ú raro encontrß-lo Ó venda.
Frieira - Aplicar no local azeite ou ¾leo de amÛndoa.
Dores de Ouvido - Tapar o ouvido com algodÒo embebido em azeite ou ¾leo de amÛndoa morno.
T¶nico - Acrescentar amÛndoas Ó dieta.Usar um pouco de azeite de amÛndoas juntamente com as refeiþ§es.Encontra-se em boas casas de produtos naturais.

Amora - SÒo duas espÚcies principais: a preta ( Morus nigra ) e a branca ( Morus alba ). Ambas sÒo medicinais e alimentÝcias. A amoreira - branca Ú cultivada quase que exclusivamente para a criaþÒo do Bombyx mori ou bicho- da - seda, muito comum no Oriente. Este inseto alimenta - se das folhas da amoreira - branca.A amora pertence Ó famÝlia das morßceas, em que se incluem tambÚm a jaca, o figo, a fruta-pÒo, a umba·ba etc.

Utilidades Medicinais
Afta - Bochechar com suco de amora-preta, quente,adoþado com mel.
Amigdalite - Suco de amora - preta, quente, adoþado com mel; tomar aos goles. Pode - se tambÚm preparar um xarope deste suco, bastando cozÛ-lo atÚ engrossar um pouco. Fazer gargarejos com o xarope, ou toma -lo Ós colheradas, deixando descer suavemente pela garganta.
Bronquite - Infuso da casca da raiz, morno, para combater a tosse. Tomar morno, Ós colheradas. Em excesso Ú purgativo. Para preparar um infuso, deitar ßgua fervente sobre as cascas das raÝzes bem picadas, tapar o recipiente, e deixar esfriar.
Cabelo, queda de - Massagear o couro cabeludo com o infuso das folhas da amoreira.
Catarro - Para as secreþ§es catarrais das vias respirat¾rias altas recomenda - se o gargarejo com o chß morno das folhas da amoreira.
Doenþas das Cordas Vocais - Suco de amora preta, quente, adoþado com mel.Tomar vagarosamente.
DiarrÚia - Usar xarope de amora, conforme explicado em amidalite. Tomar nÒo mais de 2 colheres de sopa por vez, com intervalos mÝnimos de 2 horas.

Banana - Originßria da -sia Meridional, de onde se difundiu para a -frica e AmÚrica- + uma fruta deliciosa nutritiva medicinal.

Utilidades Medicinais
Anemia - A banana nÒo Ú relativamente, muito rica em ferro, mas tendo em vista sua boa aceitaþÒo, que facilita um consumo liberal, 3 a 5 unidades podem contribuir aproximadamente com 20 a 30% da quantidade de ferro requerida para um dia.
Asma - Assar a muda pequena da bananeira maþÒ, com raiz e tudo, cortada em rodelas.Depois espremer para obter o caldo,misturar com mel de abelha e tomar diariamente um cßlice.
ConstipaþÒo Intestinal - Recomenda-se a banana-nanica( ou banana dÆßgua ou banana caturra).Fazer, em jejum, uma refeiþÒo,com esta banana,crua,sem misturar com outros alimentos.Pode-se fazer a "cura de banana".
DesnutriþÒo - A banana pode ser incluÝda no programa alimentar de convalescentes de desnutriþÒo, haja visto que Ú alimento rico em calorias e vitaminas. Seria vantajoso incluÝ-la na merenda escolar.
Obesidade - Os obesos nÒo devem abusar da banana. + preciso usß-la com regra. Algumas refeiþ§es esporßdicas exclusivas de banana prata.( 1 ou 2 unidades pequenas sÒo indicßveis).
Paralisia - As doenþas neurol¾gicas que levam a paralisias sÒo Ós vezes tratßveis com vitaminas do complexo B. A banana, como fonte dessas vitaminas Ú adequada nesses casos como elemento dietÚtico.

Caju - O caju Ú uma fruta que merece nossa melhor acolhida Ó mesa . Pertence a famÝlia das anacardeßceas, em que se incluem tambÚm a manga, amoreira, imbu, a cirig³ela e o cajß manga.

Utilidades Medicinais
Afta - Aplicar no local o suco dos brotos do cajueiro.
Calo - Aplicar topicamente, na forma de cataplasma, o suco das castanhas frescas, vßrias vezes ao dia.
Escorbuto - Devido a sua riqueza em vitamina C , o consumo de caju Ú poderoso antÝdoto contra essa desordem carÛncial.
Gripe - Tomar suco de caju
Verrugas - O mesmo procedimento orientado em calo.

Caqui - O caquizeiro, ßrvore da famÝlia das Ebenßceas, Ú originßrio da China, da CorÚia e do JapÒo.Por alusÒo Ó cor do fruto,"caqui" em japonÛs significa "amarelo escuro".

Utilidades Medicinais
Doenþa da Bexiga - Fazer algumas refeiþ§es exclusivas de caqui, ou de suco de caqui com um pouco de ßgua, sem aþ·car.
CÒibras - Recomenda-se empiricamente, comer dois ou trÛs caquis por dia.
ConstipaþÒo Intestinal - Fazer algumas refeiþ§es exclusivas de caqui. Pode substituir o jantar.NÒo comer em excesso.
Doenþas das Vias Respirat¾rias - Recomenda-se cozinhar a polpa do caqui com ßgua em um pouco de
mel.Mexer bem e tomar meia xÝcara deste lÝquido xaroposo, morno, vßrias vezes ao dia.
Carambola - A caramboleira, pequena ßrvore da famÝlia da Oxalidßceas, Ú originßria da -ndia, tendo sido aclimatada no Brasil.

Utilidades Medicinais
Diurese - O suco de carambola age como um bom diurÚtico, auxiliando na limpeza dos rins.
Eczema - ConvÚm ingerir diariamente um copo de suco fresco de carambola.
Picadas Venenosas - Embora nÒo substitua os antÝdotos convencionais, a aplicaþÒo externa das folhas bem amassadas de carambola ajuda a evitar complicaþ§es, segundo conceito popular.

Castanha do Parß - A castanha do Parß Ú produzida por uma ßrvore da famÝlia das Lecitidßceas, tambÚm chamada castanha do maranhÒo, castanha do rio negro, castanha do brasil, tocari, tururi, cari,juviß, amendoeira da amÚrica.

Utilidades Medicinais
Anemia
- Incluir castanha do parß na alimentaþÒo. Pode-se usar de 3 ou 4 unidades por refeiþÒo.
BeribÚri - Incluir boa quantidade de castanha do parß na raþÒo . Pode-se usar a farinha de castanha do parß.
Fortalecer o cÚrebro - Acrescentar de 4 ou 5 castanha do parß Ó alimentaþÒo.

Castanha - Portuguesa - O castanheiro, ßrvore da famÝlia das Fagßceas, Ú originßrio da regiÒo do MediterrÔneo. No Brasil, a castanha - portuguesa Ú mais facilmente encontrada no fim do ano, sendo seu uso tradicional nas festividades desta Úpoca, quando Ú importada da E uropa.

Utilidades Medicinais
DigestÒo, dist·rbios da
- Pode - se incluir na dieta um pouco de purÛ de castanha- portuguesa.
Coqueluche - Chß das folhas da castanheira, por infusÒo, adoþado com mel. Tomar aos goles.
DiarrÚia - A castanha Ú alimento adstringente. Pode ser usada cozida com erva - doce e sem aþ·car, em pequena quantidade.pode - se tambÚm tomar o chß da casca da castanheira.
Enterite - Mesmo mÚtodo explicado em diarrÚia.
Respirat¾rias, vias, doenþas das - Chß das folhas da castanheira, por infusÒo.

Coco - O coco- da-baÝa Ú uma palmeira abundante neste PaÝs,principalmente nos Estados da Bahia e de Pernambuco, onde confere Ó paisagem litorÔnea um toque de singular beleza. A palmeira ocupa lugar preponderante na literatura botÔnica.Em folhas de palmeira os fenÝcios faziam sua escrita. Folhas de palmeira coroavam as musas outrora representadas pelos escritores e escultores.Para os astr¾logos egÝpcios, a folhas da palmeira era o emblema de sua ciÛncia.desde os tempos mais remotos, os triunfos sÒo simbolizados pelas palmas, as ¿palmas da vit¾ria¿. E quem nÒo sabe da triunfal entrada de Jesus em JerusalÚm, quando o povo lhe saiu ao encontro, com ramos de palmeiras ?

Utilidades Medicinais
Apetite, falta de
- Tomar ßgua de coco algumas horas antes da refeiþÒo NÒo usar outros alimentos nos intervalos da alimentaþÒo.
Artrite - Os artrÝticos devem beber regularmente ßgua de coco.
Asma - Tomar de manhÒ e Ó noite duas ou trÛs colheres de sopa do leite de coco aquecido. Em seguida, tomar uma xÝcara de chß de agriÒo(decocto).Usar leite de coco natural, caseiro, nÒo adoþado. NÒo usar o industrializado.
Calmante - Tomar ßgua de coco em abundÔncia.
Cßrie dentßria,para prevenir - Comer freq³entemente coco,mastigando bem. NÒo usar aþ·car.
Disenteria - tomar duas xÝcaras de leite de coco natural por dia, sem aþ·car.
Enj¶o - Tomar ßgua de coco aos goles. Recomenda-se especialmente em viagens marÝtimas. Aconselha - se levar alguns cocos verdes.
Respirat¾rias, vias, doenþas das - Tomar o infuso das flores do coqueiro com mel.
Verminoses - Mastigar bem e deglutir em jejum, pela manhÒ, uma colher de sopa de coco ralado, fresco.

Figo - A figueira Ú uma ßrvore frutÝfera da famÝlia da -sia Menor, tendo daÝ se expandido para a regiÒo do MediterrÔneo. Hoje acha-se aclimada no Brasil, para onde foi trazida no sÚculo XVI.O figo, do ponto de vista botÔnico, nÒo Ú o fruto, mas a polpa das infrutescÛncias da figueira.

Utilidades Medicinais
Boca, doenþas da
- Comer o figo cozido em leite. Descascß-lo e picß-lo antes de cozer.
Calos - Aplicar localmente o suco leitoso das folhas e ramos da figueira.
Caspa - Macerar figo seco juntamente com sal e limÒo. Massagear o couro cabeludo com este preparado.
ConstipaþÒo intestinal - Recomenda - se substituir, ao longo de semanas, pelo menos uma refeiþÒo dißria por figos.
ExpectoraþÒo - Cozinhar o figo, descascado e picado, em leite e um pouco de mel. Compor uma refeiþÒo com este preparado. Usar quente. O infuso das folhas de figueira Ú tambÚm recomendado.
Feridas - Aplicar localmente o suco de folhas de figo ou a pasta de figo.
Garganta, doenþas da - Cozinhar o figo descascado. Com a ßgua deste decocto gargarejar.
Inflamaþ§es em geral - Cozinhar o figo, descascado e picado, em ßgua. Fazer refeiþ§es exclusivas deste preparado.

Fruta - de - conde - A fruta- de - conde Ú produzida por uma ßrvore chamada ateira, da famÝlia das Anonßceas.Pertencem a esta famÝlia a graviola e o araticum.+ originßria das Antilhas, tendo sido aclimatada no Brasil. A frutas Ú tambÚm conhecida pelos nomes de ata, pinha e condessa.

Utilidades Medicinais
Anemia
- Embora nÒo seja muito rica em ferro, a fruta - de - conde pode ser vantajosamente incluÝda na dieta de anÛmicos juntamente com outros alimentos ricos em ferro, dada sua riqueza em vitamina C.
Caspa - Aplicar no couro cabeludo o macerado das sementes misturado com ßlcool.
CÒibras - Chß das folhas, em infusÒo. Uso interno.
Debilidade geral - Recomenda-se a inclusÒo da fruta-de-conde na dieta em caso de debilidade geral.
Fruta - PÒo - A fruta-pÒo Ú produzida por uma ßrvore da famÝlia das Morßceas. + um fruto grande,de massa espessa, tenaz, algo seca,doce, muito saborosa.

Utilidades Medicinais
Fur·nculos
- Aplicar fatias quentes de fruta pÒo sobre os fur·nculos.
Dores Reumßticas - Banho de imersÒo em chß de folhas de fruta pÒo. Ou banhar a regiÒo dolorida lcom este decoto.

Goiaba - Entre as muitas frutas brasileiras, a goiaba Ú uma das mais comuns. + uma fruta de grande valor nutritivo .Possui quantidade razoßvel de sais minerais, como cßlcio e f¾sforo.

Utilidades Medicinais
DiarrÚia
- Tomar o chß das folhas tenras da goiabeira. ou macerar bem a goiaba verde , cozer,coar em pano fino e aplicar clisteres com este lÝquido.
Dist·rbios da digestÒo - Recomenda-se fazer refeiþ§es exclusivas de goiaba fresca. pode-se tambÚm preparar um chß com os brotos da goiabeira e as folhas da laranjeira azeda.

Jaca - A Jaqueira Ú uma ßrvore da famÝlia das morßceas . Originßria da -ndia e de outros paises da -sia.

Utilidades Medicinais
Anemia
- Dado o seu alto teor em ferro, a jaca(especialmente o caroþo) Ú indicada na anemia ferropriva.Pode-se cozer o caroþo como a castanha portuguesa.
Tosse - Descaroþar os frutos, bater no liquidificador, misturar com mel e cozinhar em fogo brando por uns 40 minutos, mexendo sempre.Coar. Tomar uma colher de sopa deste xarope toda vez que a a tosse se manifestar.

Jenipapo - O jenipapo Ú uma ßrvore da famÝlia das rubißceas, cujo fruto dß um suco de que muitos Ýndios brasileiros se servem para enegrecer o rosto e o corpo, e os nortistas para fazer vinho.

Utilidades Medicinais
Asma
- Cozinhar o suco de jenipapo atÚ que fique reduzido mais ou menos Ó metade. Tomar morno as colherada de hora em hora.
Enterite cr¶nica - Tomar o refresco do jenipapo adoþado com um pouco de mel ou sem adoþante, Ó temperatura ambiente.

Laranja - A laranja Ú uma fruta que no Brasil deveria ter decida preferÛncia e largo uso, jß por sua importÔncia como alimento, jß por seu valor medicinal. Depois da banana, a fruta mais procurada e apreciada pela espÚcie humana Ú a laranja.Existem muitas dezenas de espÚcies de laranja, sendo que as do Brasil - mormente as da Bahia, de SÒo Paulo e do Rio- ocupam lugar de destaque nos mercados mundiais.

Utilidades Medicinais
-cido ·rico
- Recomenda-se substituir refeiþ§es pela laranja, exclusivamente. Pode-se substituir o desjejum ou jantar, durante vßrios dias.
Apetite - Cerca de duas horas antes da refeiþÒo, recomenda-se chupar uma laranja do tipo seleta, bahia ou pÛra.
Asma - Proceder como indicado em ßcido ·rico . Na fase aguda recomenda-se tomar o suco morno, aos goles.
ConstipaþÒo intestinal - Recomenda-se chupar algumas laranjas por dia, e comer o bagaþo, bem mastigado.Pose-se fazer uma refeiþÒo exclusiva de laranja, comendo-se o bagaþo.
DigestÒo , estimulante da - Recomenda-se substituir, esporadicamente, uma refeiþÒo por laranja.
Diurese - Fazer refeiþ§es s¾ de laranjas ou de seu suco, apresenta efeito notadamente diurÚtico.
Dor-de-cabeþa - Dores de cabeþa precipitadas pela hipoglicemia e pelo esgotamento podem ser aliviadas chupando-se uma ou duas laranjas. O diabÚtico s¾ deve fazÛ-lo com permissÒo mÚdica.
Gripe - Recomenda-se tomar suco de laranja entre as refeiþ§es, ou, simplesmente, chupß-la. Podem-se fazer refeiþ§es exclusivas de laranja.Ao deitar,tomar duas a quatro colheres de sopa do suco bem aquecido misturado com pr¾polis.Para cada colher de sopa podem-se usar 10 gotas de pr¾polis (soluþÒo a 30%).

Lima - A limeira, ßrvore famÝlia das Rutßceas, Ú originßria da -sia, tendo sido aclimatada no Brasil. O suco da fruta, branco, tem sabor doce-amargo.

Utilidades Medicinais -
Enxaqueca
- Aplicar Ó tÛmpora cataplasmas de folhas de limeira maceradas.
Escorbuto - A lima, sendo rica em vitamina C, Ú indica contra essa doenþa carencial.
Febre - Misturar o suco de lima com ßgua e tomar sem aþ·car.
Febre tif¾ide - Proceder como indicado em febre.
FlatulÛncia - Tomar, ap¾s as refeiþ§es, meio copo duplo do chß da casca da lima em infusÒo.
Infecþ§es em geral - Substituir algumas refeiþ§es, esporadicamente, por lima, exclusivamente.

LimÒo - O limÒo ßcida por excelÛncia - Ú o rei dos temperos e e o campÒo dos remÚdios. De gosto acre, de aroma agradabilÝssimo e de efeito benÚfico para o organismo, tem o limÒo a mais ampla aplicaþÒo na cozinha e na medicina.

Utilidades Medicinais
Acne
- Evitar alimentos gordurosos e doces. Usar suco de limÒo com ßgua, sem aþ·car, vßrias vezes ao dia.
Amigdalite - Gargarejar vßrias vezes ao dia com ßgua morna, suco de limÒo e um pouco de sal.
Asma - Tostar no forno um limÒo. Espremer e misturar o suco com mel. Tomar de hora em hora uma colher de chß.
Enj¶o - Cheirar limÒo.
Estomatite - Bochechar com ßgua e limÒo. Tomar duas ou trÛs vezes ao dia um copo de ßgua com meio limÒo.
Faringite - Proceder como indicado em amigdalite.
Febre - Cortar trÛs lim§es mÚdios em fatias finas. P¶r em 500 ml de ßgua e levar ao fogo. Deixar ferver ate¦que a ßgua que reduzida a um terþo. Tomar1/2 xÝcara de chß de hora em hora atÚ que a febre baixe.
Feridas - Aplicar no local suco de limÒo com sal.
Gastrenterite - Tomar o limÒo bem diluÝdo em ßgua, sem aþ·car, duas ou trÛs vezes por dia, longe das refeiþ§es.
Gripe - Proceder como indicado em asma. Ou, tomar suco puro de limÒo trÛs vezes por dia.
Soluþo - Deglutir o conte·do de uma colher de sopa com suco de limÒo.

MaþÒ - A maþÒ Ú um produto de uma ßrvore de porte mediana,da famÝlia das Rosßceas, originßria da -sia Central e das regi§es do Cßucaso.Da Europa foi trazida ao Brasil, aclimatou aos Estados do Sul.
Utilidades Medicinais.
Catarro Pulmonar
- Cozinhar a maþÒ, bem picada, em um pouco de ßgua e mel.Filtrar. Tomar o caldo quente Ós colheradas,vßrias vezes ao dia.Substituir algumas refeiþ§es por maþÒs cruas, exclusivamente.
ConstipaþÒo Intestinal - Comer maþÒs cruas com casca , bem lavadas,juntamente com mamÒo, mel de abelha e pÒo integral torrado.Mastigar bem.Comer tambÚm as sementes da maþÒ.
Palpitaþ§es do CoraþÒo - Comer purÛ de maþÒ com um pouco de mel em substituiþÒo de algumas refeiþ§es. Esmagar com garfo a polpa de maþÒ cozida e acrescentar mel puro.
DiarrÚia - Cozinhar maþÒs e tomar o caldo. Fazer refeiþ§es de maþÒ cozida com torrada. Comer tambÚm maþÒs crua.
Faringite - Recomenda-se usar maþÒs frescas raladas ou suco de maþÒ durante a fase aguda.
Obesidade - Passar vßrios dias s¾ a maþÒs, ou substituir refeiþ§es normais por maþÒ.
PrisÒo de Ventre - Ver constipaþÒo Intestinal
Olhos Inflamaþ§es dos - Lavar os olhos duas vezes ao dia com algodÒo embebido em suco de maþÒ ßcida.Pode-se fazer cataplasmas com maþÒs maduras raladas.

MamÒo - A hist¾ria do mamÒo no continente americano remonta a Ponce de Leon, que, depois de ter desembarcado nas praias da Fl¾rida,escreveu ao rei da Espanha, contando sua jornada em busca de juventude. Disse, na sua carta, o seguinte: ¿Os Ýndios preparam a carne para cozinhar, envolvendo-a, muitas horas antes de levß-la ao fogo, com folhas de uma ßrvore que produz um delicioso Æ melÒo Æ, o qual se come tÒo tenra que suas fibras se separam facilmente com os dedos¿.O mamÒo Ú uma das melhores frutas do mundo, tanto pelo seu valor nutritivo, como pelo seu poder medicinal.Um dos seus mais importantes princÝpios Ú a papaÝna, uma enzima reconhecida como superior Ó pepsina e muito usada para prestar alÝvio nos casos de indigestÒo aguda.TambÚm tem efeitos benÚficos sobre os tecidos vivos.O leite de mamÒo estß tendo tantas e tÒo variadas aplicaþ§es nos Estados Unidos,que jß existe nesse paÝs uma florescente ind·stria destinada a colhÛ-lo, manipulß-lo e comercializß-lo.

Utilidades Medicinais
Acidose
- Fazer refeiþ§es s¾ de mamÒo. Mastigar algumas sementes.
Anginas - Cataplasma local com a polpa do mamÒo mi·do e ßcido.
Bronquite - Proceder como indicado em rouquidÒo ou em gripe.
Calos - Aplicar no local o ¿leite¿do mamÒo, de preferÛncia o leite¿das folhas.
CÔncer - Comer em jejum, mastigando, cerca de 15 sementes de mamÒo. Ap¾s as refeiþ§es comer cerca de 10 sementes. AlÚm deste, sÒo necessßrios outros cuidados especÝficos.
Diurese - Recomenda-se fazer refeiþ§es exclusivas de mamÒo ou de suco de mamÒo. Comer, juntamente, algumas sementes.
Est¶mago, doenþa do - Recomenda-se usar mamÒo maduro em abundÔncia, e fazer, esporadicamente, refeiþ§es exclusivas desta fruta. Mastigar umas 10 ou 15 sementes de mamÒo por dia.
Feridas - Aplicar no local o ¿leite¿extraÝdo das folhas.
FÝgado, doenþas do - Mastigar umas 10 ou 15 sementes de mamÒo ap¾s o almoþo.
Gripe - InfusÒo das flores do mamoeiro-macho com um pouco de mel. Tomar 2 a 3 xÝcaras por dia, mornas.
Laxante - Fazer refeiþ§es exclusivas de mamÒo, de preferÛncia no desjejum> Comer, juntamente, algumas sementes.
Pele, para a beleza da, ou manchas e rugas da - Massagear diariamente a pele com mamÒo maduro.
Verrugas - Proceder como indicado em calos.

Manga - A manga - fruto da mangueira, ßrvore frondosa da famÝlia das Anacardißceas originßria do Sul da -sia, hoje cultivada em toda os paÝses tropicais e subtropicais- apresenta uma polpa carnosa, algumas vezes fibrosa, amarela em diversos tons, rica em terebintina, um ¾leo-resina, e de agradßvel paladar ao natural ou sob forma de compotas, marmeladas, gelÚias e refrescos.As mais conhecidas variedades, que apresentam diferenþas no tamanho, na forma , no colorido e no sabor, sÒo as seguintes: Manga-espada- Alongada. Achatada dos lados. Permanece verdolenga mesmo ap¾s a maturaþÒo.Manga -rosa - Arredonda. Lindo colorido amarelo, matizado de rosa. Tamanho varißvel segundo a regiÒo produtora.Manga-bourbon - Mais ou menos esfÚrica. Verde-amarelada.Manga-famÝlia- Mais ou menos esfÚrica. Verde- amarelada.Manga-favo-de-mel- Alonga. Intensa coloraþÒo amarela. Muito doce.Manga-carlotina - Pequena. Arredondada. Amarelo-esverdeada, com pintinhas escuras,Alto teor de vitaminas C.Manga-coraþÒo-de-boi - Como o nome indica, apresenta-se sob a forma de um coraþÒo.A manga Ú uma fruta saborosa e nutritiva, hoje nativa em certas regi§es do Brasil.

Utilidades Medicinais
Anemia
- A manga pode ser incluÝda na dieta dos anÛmicos, junto com alimentos que contenham ferro.
Asma - Chß das folhas tenras da mangueira. Tomar morno, com mel.
DiarrÚia - Tomar o chß dos ramos tenros.
DigestÒo, dist·rbios da - Fazer uma ou mais refeiþ§es s¾ de manga.
Dispepsia - Ver digestÒo, dist·rbios da.
Diurese - Comer mangas ou tomar o suco.
Respirat¾rias, doenþas das vias - Xarope de manga: cozinhar o suco natural de manga com mel, atÚ ficar reduzido Ó metade. Tomar uma colher de sopa de hora em hora.
Sarna - Cataplasma com a goma-resina que se extrai do tronco.
Verminoses - Preparar um decocto dos brotos dos ramos e da amÛndoa das sementes, bem triturados, e tomar, em jejum, na dose de uma x¦cara de chß, juntamente com suco de limÒo.

Maracujß - O maracujazeiro Ú uma planta trepadeira da famÝlia das Passiflorßceas, de que hß diversas espÚcies.

Utilidades Medicinais
Adstringente
- Decocto das folhas do maracujß-com-folhas-de-louro
Calmante- Proceder como indicado em ins¶nia.
DiarrÚia - Chß das Folhas de sururuca.
Estresse -Proceder como indicado em calmante.
Gota - Tomar banhos quentes com o decocto das folhas do maracujß-da-bahia ou maracujß-cheiroso.
Histeria - Tomar vßrias vezes ao dia o refresco de maracujß, adoþado com mel.
Ins¶nia - Tomar o suco do maracujß ao natural, adoþado com mel. Bater a polpa do maracujß ( sem retirar as sementes ) com ßgua e mel, e coar.
Verminoses - Triturar as sementes do maracujß-da bahia ou do maracujß-pintado, misturar com mel, e tomar uma colher de sopa em jejum.

Melancia - A melancia Ú produzida por uma planta da famÝlia das Cucurbitßceas, a que pertencem tambÚm o melÒo, o maxixe, o pepino, a ab¾bora, a bucha e o chuchu. + oriunda da -ndia e aclimatada no Brasil, sendo cultivada em todos os Estados do paÝs. Outros nomes botÔnicos para a melancia sÒo Citrullus vulgaris e Citrullus lanatus (Thunb.) Mansf.

Utilidades Medicinais
-cido ·rico
, dist·rbios no metabolismo do - Proceder como indicado em reumatismo.
Alcoolismo - Proceder como indicado em reumatismo.
Febre - Tomar o suco de melancia fresco. Ou, aplicar fatias de melancia sobre o abdome, se houver causa intestinal.
Ferimento, dores produzidas por - Triturar as sementes em ßgua com mel (liquidificar).Aplicar cataplasmas locais, renovando sempre.
Garganta, doenþas da - Proceder como indicado em reumatismo.
Respirat¾rias, doenþas - Comer esporadicamente melancia, substituindo uma refeiþÒo por esta fruta.
Reumatismo - Fazer refeiþ§es s¾ de melancia, esporadicamente. Passar um ou dois dias por semana, durante algumas semanas, nÒo seguidas, s¾ com melancia. Manter repouso nos dias de dieta com melancia.
Urinßrias, doenþas das vias - Proceder como indicado em reumatismo. Triturar as sementes com um pouco de ßgua no liquidificador, coar, e tomar trÛs a quatro xÝcaras por dia.

MelÒo - O melÒo Ú produzido por uma planta da famÝlia das Cucurbitßceas, originßria da -sia e aclimatada no Brasil. Pertence Ó mesma famÝlia da melancia.

Utilidades Medicinais
Disenteria
- Triturar as sementes em ßgua e um pouco de mel. Coar. Tomar morno e bem diluÝdo, 3 xÝcaras por dia.
Est¶mago, doenþas do - Tomar esporadicamente o suco de melÒo. Substituir refeiþ§es por este suco. Triturar as sementes em ßgua e mel; coar e tomar morno e bem diluÝdo, 3 xÝcaras por dia.
Febre - Proceder como indicado em disenteria, com a diferenþa de que o liquido ali indicado deve ser tomado fresco em caso de febre.
Hepßtica, insuficiÛncia - Proceder como indicado em est¶mago.
InapetÛncia - Triturar as sementes em ßgua e mel (no liquidificador). Coar e tomar bem diluÝdo, duas horas e meia antes da refeiþÒo.
Reumatismo - Fazer refeiþ§es s¾ de melÒo, esporadicamente. Passar um ou dois dias por semana s¾ com melÒo, quando se deve manter repouso.

Morango - Como fruta, raramente hß quem nÒo aprecie o morango, seja no seu estado natural, seja preparado em conserva.Antes de ser usado, o morango precisa ser cuidadosamente lavado, o que Ú indispensßvel de vßrios pontos de vista.Os horticultores combatem as pragas dos morangueiros com auxÝlio de compostos de cobre e outros fungicidas e inseticidas venenosos.E pode haver horticultores nÒo esclarecidos ou inescrupulosos, que reguem suas plantaþ§es com ßgua poluÝda. Dai o grande perigo de tifo, paratifo e outras molÚstias contagiosas.Se o morango Ú de procedÛncia duvidosa, deve ser banhado em sumo de limÒo, que minimiza o perigo de que estamos falando.Quando necessßrio guardar o morango por um ou dois dias, pode-se colocß-lo em ligeiras camadas sobre uma peneira e guardß-lo em lugar suficientemente fresco.

Data Edição: 07/07/2004
Fonte: Todafruta
 


 












 

 

Comentários

  1. Olá vim retribuir sua visita em meu blog.
    Quanto ao comentario que você deixou acredito que minha maior preocupação quando tiver um filho vai ser ficar com ele, mas derrepente eu me sinta realmente sozinha e queira visitas, mas só quando isso acontecer é que vou saber ou não me dar com a situação...ainda não sou mãe...dizem que a maturidade muda muita coisa na gente né?

    obrigada por expor sua opnião, eu gosto disso de pessoas sem medo de ter sua opnião e nem levadas a opniões de terceiros.
    beijão

    aprendizdecostura

    ResponderExcluir
  2. oi QUERIDA..Meu nome é Prica e sou a dona do doce cabanna. EStou escrevendo como anonima pois esta tendo problema em responder com meu blog, rs. Respondendo sua pergunta. Bom, vc faz um realise, explicando do que se trata seu blog, qtos acessos tem por dia, seguidores, etc. e envia para empresa, solicitando o que precisa, e o que oferece. É mais ou menos isso, ta bem? Beijo grande

    ResponderExcluir

Postar um comentário

NÃO ESTA ESQUECENDO DE NADA??
OBRIGADO PELA VISITA VOLTE SEMPRE!

Postagens mais visitadas deste blog

Vestidos Florais e o verão...

Bom dia A primavera está chegando, e com a temperatura mais alta os vestidos florais entram em cena. A estampa floral remete ao romântismo com muito colorido e cheios de vida. O verão é uma estação animada e colorida, por isso as grifes e marcas de vestidos apostam fortemente nessa tendência em suas coleções. No mercado estão disponíveis vários estilos de vestidos florais para o verão, desde curto até longo. Vestido floral curto: este modelo é ótimo para quem deseja sair durante o dia, mas, caso queira, poderá também ser utilizado durante o período noturno. O vestido realçará as suas pernas e a meia calça ou legging poderá ser uma opção de complementação. Existem inúmeras opções de calçados que poderão ser usado com vestidos florais curtos como: rasteirinhas, sandálias de salto baixo ou tênis. Vestido floral longo: Esta opção é perfeita para pessoas que não gostam muito de deixar as pernas amostra ou se expor muito. O vestido floral longo para o verão 2015 destac…

DIGA SIM PRA JESUS CRISTO, DIGA NÃO AO HALLOWEEN.

DEUTERONÔMIO 18:9 Quando entrares na terra que o SENHOR teu Deus te der, não aprenderás a fazer conforme as abominações daquelas nações. 10 Entre ti não se achará quem faça passar pelo fogo a seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro;11 Nem encantador, nem quem consulte a um espírito adivinhador, nem mágico, nem quem consulte os mortos;12 Pois todo aquele que faz tal coisa é abominação ao SENHOR; e por estas abominações o SENHOR teu Deus os lança fora de diante de ti.13 Perfeito serás, como o SENHOR teu Deus. APOCALIPSE 22: 14 Bem-aventurados aqueles que guardam os seus mandamentos, para que tenham direito à árvore da vida, e possam entrar na cidade pelas portas. 15 Ficarão de fora os cães e os feiticeiros, e os que se prostituem, e os homicidas, e os idólatras, e qualquer que ama e comete a mentira.

Como colocar elastico em calcinhas.........

Gente eu só reeditei pois já tinha o postado bjos.